Os 5 maiores erros cometidos em cardápios digitais

O cardápio é o instrumento utilizado para apresentar os produtos vendidos nos restaurantes aos clientes e, se for bem planejado, pode alavancar as vendas. Você já se deu conta que, agora na “quarentena” (e que provavelmente nos próximos 6 meses), a sua única chance de atrair novos clientes é com a apresentação do seu cardápio nos meios digitais?

Estratégias de marketing bem alinhadas ao posicionamento da marca são fundamentais para conseguir atrair a atenção do consumidor, principalmente se o seu único canal de vendas seja um marketplace, onde existem centenas de pessoas vendendo produtos similares ao seu.

Ter um cardápio digital na sua rede social pode ser uma maneira de trabalhar o posicionamento dos seus produtos para depois tentar replicar esse modelo dentro dos marketplaces, claro que com menos possibilidades de layout, já que essas plataformas disponibilizam um único modelo de apresentação, ou na sua própria loja online.

O cardápio digital pode ser feito em plataformas gratuitas como no Canva, que é um site que disponibiliza ferramentas para design gráfico. Depois podem ser baixados para o seu dispositivo em formato de imagem.

Quero compartilhar aqui com vocês alguns erros muito comuns para que você consiga construir um cardápio digital de sucesso!

Erro 1: Listar os produtos na vertical

A listagem dos produtos na vertical com os seus respectivos preços na mesma linha torna o cardápio monótono e facilita a comparação de preços. O consumidor ao olhar a lista consegue facilmente identificar os produtos mais caros e, assim, consegue evita-los. O que não queremos que aconteça! O ideal é dividir o cardápio em pelo menos 3 áreas e dispor os produtos em categorias

Erro 2: Não criar categorias

As categorias são muito importantes por 2 motivos. 1) Facilitam a vida do cliente que consegue localizar com facilidade de acordo com o seu apetite. 2) Você consegue dar destaque para a categoria onde estão os produtos com as maiores margens de lucro, comumente chamadas de “especialidades”. Para saber quais produtos do cardápio tem maior lucro você deve fazer as fichas técnicas gerenciais e aplicar um markup que cubra as suas despesas e gere o lucro desejado no final do mês. Para saber mais sobre formação de preço de venda clique aqui.

Erro 3: Não dar destaque ao produtos com maior lucro

Um destaque eficiente no seu cardápio seria o contraste de cor na categoria desejada e posicionar no topo centralizado ou no canto direito superior. Estudos mostram que o topo e o canto superior direito são os locais onde os olhos enxergam primeiro. Então não perca a oportunidade de vendê-los ali!

Erro 4: Excesso de produtos

Já imaginou que o seu cliente pode desistir de pedir do seu delivery por se sentir cansado de tanto procurar e não conseguir encontrar rápido o que comer? Cardápios bem desenvolvidos trabalham com no máximo 7 pratos por categoria e no máximo 5 categorias. Talvez você precise aplicar engenharia de cardápio para saber quais pratos não estão dando lucro.

Erro 5: Exagerar nas fotos e em cores quentes

Antigamente se falava muito que as cores vibrantes e quentes como o amarelo e o vermelho atraiam o consumidor, pois no cérebro essas tonalidades afetavam a área relacionada ao apetite. Hoje os cardápios construídos nessas tonalidades são classificados como comidas baratas, ou seja, você pode correr o risco de se desqualificar. Os tons pastéis e escuros deixam o layout mais nobre e menos “espalhafatoso”. O excesso de fotos também pode prejudicar. Lembre-se que a escolha do que pedir tem que ser um momento agradável e o excesso de informação pode deixar o cliente em dúvida.

 

Escrito por: Luciane Bones Ostrowski – Nutricionista CRN 2:10600

No Comments Yet.

Leave a comment

You must be Logged in to post a comment.