4 Tendências Gastronômicas para 2020

O Covid19 modificou radicalmente o nosso relacionamento com a comida. O ato de ir até um restaurante para viver uma experiência gastronômica foi substituído por receber uma sacola com comida em casa… Você já parou para pensar na rapidez que o modelo tradicional de consumo foi modificado? Restaurantes de grande porte focados em alta gastronomia foram muito afetados, pois seu faturamento dependia exclusivamente dos atendimentos presenciais e, por mais que tenham aderido ao sistema de delivery, muitas vezes não é possível montar um prato requintado dentro de um isopor.

Esse nicho do mercado está inseguro, pois não sabe como será o futuro, nem como o seu público vai reagir quando a taxa de contaminação por Covid começar a ceder. Por esse motivo, a reabertura dos restaurantes para o público está sendo feita de forma gradual para poder atender todas as normas higiênicas definidas nos decretos estaduais e municipais. Investimentos tiveram que ser feitos para fornecer um atendimento seguro.

Pensando nisso tudo a Nutrindo Ideias resolveu trazer 4 tendências gastronômicas para 2020. Confere aí:

Nº 1 – Esqueçam os cardápios impressos

Já foi provado que o Covid19 permanece por dias em superfícies não higienizadas. Mesmo que a equipe esteja bem treinada e higienize a cada atendimento os cardápios, vocês concordam que do ponto de vista do cliente sempre vai existir um ponto de dúvida. Alguns restaurantes já implementaram cardápios em QR Code onde o próprio cliente consegue acessar com o seu celular. Outra ideia é passar o cardápio em um monitor ou até escrito em um ponto fixo.

Nº 2 – Aumento dos custos com descartáveis e produtos de higiene

Os decretos exigiram a disponibilização de álcool gel para os clientes em pontos estratégicos. Mas o medo das pessoas é tão grande que até o acionamento dos dispensers teve que ser modificado. Já existem no mercado totens de álcool gel com acionamento por pedal. Incrível né? Mas não é só isso… Todos os descartáveis utilizados terão que ser modificados também. Guardanapos devem ser embalados individualmente, assim como molhos e azeites serão facilmente substituídos por porções unitárias em sachets.

Nº 3 – Arquitetura voltada para espaços abertos

A circulação de ar se tornou obrigatória então quanto mais janelas ou jardins o restaurante tiver, melhor! As mesas também sofreram alterações. Mesas grandes para comemorações em família ou entre amigos estão sendo deixadas de lado, pois as pessoas não estão mais fazendo eventos. Os salões tendem a ser cada vez maiores para respeitar o distanciamento entre as mesas, o que prejudica muito as cozinhas que sempre ficam espremidas nos projetos. Agora mais do que nunca, os restaurantes terão que desenvolver cardápios enxutos!

Nº 4 – Atualização em tempo real do número de clientes

Você se deslocaria para o seu restaurante favorito sem ter a certeza de que ainda tem mesas sobrando? Acho que não né? Ta aí uma ideia de aplicativo (eu deveria vender essa ideia inclusive). Seria incrível se existisse um sistema que atualizasse em tempo real a lotação dos restaurantes… Com o celular os clientes poderiam inclusive fazer reservas e se deslocar somente próximo do momento que a sua mesa vagaria. Seria a hostess virtual dos restaurantes rsrsrsrsr Ninguém quer ficar numa fila arriscando pegar Covid.

Conheça o curso online fichas técnicas funcionam!

 

Escrito por: Luciane Bones Ostrowski

Nutricionista CRN 2:10600

No Comments Yet.

Leave a comment

You must be Logged in to post a comment.