Qual a durabilidade das esponjas?

As espojas utilizadas para lavar a louça são um item indispensável nas nossas cozinhas, porém percebemos que há pouca preocupação com sua higienização e a durabilidade das esponjas. Vocês sabia que as esponjas podem representar um verdadeiro risco à saúde? Foi o que revelou um estudo realizado por estudantes da DeVry | Metrocamp, faculdade de Campinas , que analisou a presença de vários microrganismos causadores de doenças nas esponjas. E o resultado foi surpreendente: foram encontrados milhões de “hóspedes” indesejados, incluindo aqueles responsáveis por causar gastroenterites e infecções como a Escherichia coli (coliformes fecais), Staphylococcus aureus (bactéria associada a infecções), além de leveduras como Rhodotorula e fungos como AspergillusPenicillium e Cladosporium.

O que favorece a multiplicação microbiana é a falta de higienização e o modo como são armazenadas. O correto é sempre guardá-las limpas e secas, pois a presença de água e o acumulo de restos de alimentos favorece a multiplicação de microrganismos. Lembrando que, se a esponja estiver contaminada com bactérias, ao lavar outros utensílios, estaremos passando essa contaminação para eles, o que chamamos de contaminação cruzada, assim aumentando o risco de adquirir problemas gastrointestinais, diarreia, vômitos, febres e dores abdominais.

A higienização é essencial para controlar as contaminações, o ideal seria a limpeza uma vez por dia ou sempre que terminar de lavar a louça. A higienização pode ser feita de duas maneiras. A primeira é utilizando água sanitária, duas colheres de sopa em 1 litro de água por no mínimo 10 minutos. A segunda seria ferver a esponja por 10 minutos no micro-ondas ou no fogão. A espoja precisa ficar submersa, com isso os dois lados ficam em contato com o modo de higienização utilizado. Em seguida, é só torcer bem e guardar em lugar seco e arejado. Adquirindo esse habito, você terá uma cozinha muito mais limpa e saudável reduzindo significativamente a presença de microrganismos.

Geralmente, os fabricantes recomendam que a durabilidade das esponjas não ultrapasse sete dias de uso, mas sempre dependerá de como e onde ela é utilizada. Por exemplo, em restaurantes onde a esponja é mais utilizada com muita frequência, se não houver nenhum método de higienização, a troca terá que ser mais frequente não ultrapassando 2 dias de uso. Por isso também a higienização é importante, pois aumenta o tempo de vida das esponjas assim como evita contaminação cruzada.

Escrito por: Flavia Barbosa Leite  – Estagiária de Nutrição

Referência: Esponjas Domésticas Sem Higienização São Foco De Bactérias – 31/05/2017- https://www.devrybrasil.edu.br/metrocamp/noticias/esponjas-domesticas-sem-higienizacao-sao-foco-de-bacterias – acessado em: 12 janeiro 2018

No Comments Yet.

Leave a comment

You must be Logged in to post a comment.